26.2.17

CAUSAS DE VERTIGEM E TONTURAS - Vertigem posicional paroxística benigna (VPPB) - Doença de Ménière - Labirintite (neurite vestibular) - Vertigens da enxaqueca - AVC ou ataque isquêmico transitório – Medicamentos - Entupimento do ouvido por cera - Esclerose múltipla - Traumatismo craniano - Crises de ansiedade ou ataques de pânico - TONTURA E VERTIGEM – CAUSAS E SINTOMAS

CAUSAS DE VERTIGEM E TONTURAS

Cerca de 40% dos casos de tonturas se devem a doenças do aparelho vestibular, 10% são devidos a lesões cerebrais, 15% a distúrbios psiquiátricos, 25% não são verdadeiramente tonturas, mas sim pré-síncopes e desequilíbrios, e 10% são de origem indeterminada. Vamos citar rapidamente algumas causas comuns de tonturas e vertigens. Posteriormente escreverei um texto individual sobre cada uma destas causas.


a.Vertigem posicional paroxística benigna (VPPB)
A vertigem posicional paroxística benigna, também chamada de vertigem posicional ou vertigem postural é a a causa mais comum de vertigem; é causado por calcificações nos pequenos canais dentro do sistema vestibular. A vertigem posicional apresenta curta duração (segundos a poucos minutos) e costuma ser desencadeada por certos movimentos da cabeça. A doença pode estar presente por várias semanas.


b. Doença de Ménière
A doença de Ménière é causada por excesso de líquido no labirinto, o que provoca vertigens, perda auditiva e zumbidos. As crises de tonturas da doença de Ménière duram entre vários minutos até horas.

Na doença de Ménière o paciente pode apresentar perda permanente da audição e ficar com dificuldades de manter o equilíbrio de forma crônica.


c. Labirintite (neurite vestibular)
A labirintite é causada por uma inflamação do labirinto ou do ramo vestibular do nervo auditivo que leva as informações do ouvido interno até o cérebro. A principal causa desta inflamação parece ser uma infecção viral. Pacientes com labirintite apresentam um quadro súbito de vertigem fortes, associado a náuseas, vômitos e dificuldade em se manter em pé. Podem também existir perda de audição e zumbidos. Na labirintite os sintomas podem durar vários dias.


d. Vertigens da enxaqueca
Pacientes com enxaqueca também podem podem apresentar episódios de vertigens.


e. AVC ou ataque isquêmico transitório
Isquemia ou infarto cerebral pode causar tonturas. O quadro é mais comum em idosos, em pacientes com história de diabetes, hipertensão, tabagismo ou doenças cardiovasculares. No AVC costumam estar presentes outros sintomas além da tontura, como perda de movimentos e/ou sensibilidade em um ou mais membros, desorientação, dificuldades para falar, etc.


f. Medicamentos
Intoxicação por algumas drogas podem causar lesão do ouvido interno, entre elas, cisplatina, fenitoína e antibióticos da classe dos aminoglicosídeos.


g. Entupimento do ouvido por cera
Raramente, pacientes com impactação de cera no ouvido podem se queixar de tonturas.


h. Esclerose múltipla


i. Traumatismo craniano



j. Crises de ansiedade ou ataques de pânico


Fonte: DR. PEDRO PINHEIRO

Nenhum comentário:

Postar um comentário