19.10.16

Sistema de alarme - Formas de alerta / Local / Setorial / Geral - Cambagem de interligação - DIMENSIONAMENTO DE REDES DE SPRINKLERS - RICARDO JORGE VAZ DA SILVA - Porto-Portugal

Sistema de alarme

Acionada a emissão de alarme pelo SADI, este deve fazer-se chegar de forma célere e unívoca a todos os ocupantes que servem o espaço em risco (evacuação), como os que devem prestar auxílio em medidas de contenção (meios de 1ª intervenção) e emergência.

De forma a ser melhor entendido e integrado por todo o pessoal no espaço que defende, este pode assumir 3 formas distintas de alerta [4]:

- Local, em que alerta para uma situação de foco de incêndio numa área restrita;

- Setorial, em que o alerta para a situação de foco de incêndio abrange parte significativa do edifício;

- Geral, em que o alerta para situação de foco de incêndio cobre a totalidade do edifício.


Cambagem de interligação

A cambagem de interligação entre os diversos componentes que compõe um sistema automático de detecção de incêndios deve ser distinta da utilizada para outros fins, e ser devidamente identificada [4].


A cambagem apenas deve passar espaços protegidos pelo sistema, e implantada para que esta sofra o mínimo de danos em caso de incêndio, permitindo assim a continuidade de fornecimento de energia e ou de sinal, no mínimo durante 30 minutos, para canalizações de suporte e para os cabos e condutores nos laços não protegidos por elementos resistentes ao fogo [16].


Nenhum comentário:

Postar um comentário