21.10.16

INTRODUÇÃO - MOTIVAÇÃO - ÂMBITO - OBJETIVOS - DIMENSIONAMENTO DE REDES DE SPRINKLERS - RICARDO JORGE VAZ DA SILVA - Porto-Portugal

INTRODUÇÃO


MOTIVAÇÃO

A proteção da vida e dos bens é uma preocupação crescente que tem, em geral, cada vez mais peso e atenção por parte da sociedade no seu quotidiano. Na atual conjuntura social e econômica, a salvaguarda de vidas humanas, a escassez e o valor inerente de certas matérias-primas, são algumas das razões e motivações que levam projetistas de segurança e demais agentes das áreas da engenharia, a realizar diligências e esforços com vista a otimização de custos, cumprindo exigências conceituais de sistemas de combate a incêndios em “sintonia” com a arquitetura atual dos nossos edifícios [1].

Um sistema automático de extinção de incêndio por água, face ao risco de incêndio, tem objetivo de manter uma vigilância permanente do espaço a proteger, que em caso de ativação do sistema de extinção automático de incêndio, pulveriza de imediato o agente extintor.

A água é o agente extintor mais utilizado na extinção de incêndios. Requisitos como o facto de ser abundante e de baixo custo, assim como pela sua capacidade de absorção de calor, facilidade de armazenamento e transporte, conferem-lhe assim reconhecida eficácia no combate a incêndios [2].

A legislação afeta à temática de sistemas automáticos de combate a incêndios que deve servir o propósito de atender às necessidades da sociedade, de grupos e ou singulares interessados que pretendem usufruir de um sistema de extinção automático, integrando também todos os envolvidos com objetivo em comum de contínua melhoria da segurança, nas diferentes naturezas das suas atividades e complexidades de riscos associados e relacionados, assim como no seu desempenho.


A sua aplicação tem, entre outras, como vantagens proporcionar:  

- locais de residência, lazer e trabalho mais seguros;

- redução de custos com processos de litígio com seguradoras e agravamento de seguros;

- custos globais da solução geralmente são inferiores ao custo relacionado com acidentes (incêndios) desta natureza;

- beneficia não só apenas a segurança do local, como também o desempenho e imagem (empresa) aos olhos de quem faz usufruto do local [3].


Por sua vez, o seu incumprimento ou desajuste à realidade pode resultar em consequências trágicas e irreversíveis que por vezes trazem para a sociedade. São exemplos, a afetação social (trauma psicológica do acidente) como económica local, a recuperação dos bens (quando possível), como o tempo de espera de reabertura ou não da entidade (e/ ou empresa) após um incêndio com perdas estruturais, materiais e vidas...

Fica assim também claro, o objetivo de um correto dimensionamento de sistemas de segurança contra incêndio (sprinklers) com influência decisiva a diversos níveis desde a concessão dos espaços interiores, até implicações de natureza logística, sociais e econômicas.


ÂMBITO E OBJETIVOS

Este documento tem como objetivo principal, o dimensionamento de redes de sprinklers. Dado o vasto leque de matérias que envolvem esta temática, algumas já retratadas em documentos anteriores a este, não é necessário abordar todas as matérias, como tal, serão focados apenas os pontos relevantes e que se consideram fundamentais para o estudo do tema deste documento “Dimensionamento de Redes de Sprinklers”.


Não será um documento que responda a todas as dúvidas e que esgote o tema por completo, mas uma ferramenta auxiliar importante de abordagem ao tema. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário