5.10.16

D. DEFINIÇÃO DA MOTOBOMBA CENTRÍFUGA INJETORA - VAROÁVEIS - DADOS DIMENSIONADOS - DADOS CARACTERÍSTICOS - rESUMO GERAL DA MOTOBOMBA SELECIONADA - MANUAL DE HIDRÁULICA BÁSICA - MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS MECÂNICOS


D. DEFINIÇÃO DA MOTOBOMBA CENTRÍFUGA INJETORA

Consultando a Tabela de Seleção das Bombas Injetoras, verificamos que o modelo denominado genericamente de Ex.3 mais adequado a nossa instalação apresenta as seguintes especificações:



OBS.: Neste caso não há como calcular-se o NPSH, visto que os dados de sucção são apresentados e definidos de forma diferente que uma situação normal, onde a altura de sucção limite é 8 de mca.


Como já dissemos no item A, quanto menor a submergência do injetor, inferior a 10 metros, menor será a vazão da bomba. Esta perda de vazão, por metro inferior a submergência ideal, é apresentada nas observações da Tabela de Seleção, em valores percentuais.

O rendimento global de bombas centrífugas injetoras é muito inferior as centrífugas normais, visto a grande recirculação interna necessária para o funcionamento do sistema. Sendo assim, não se deve esperar as mesmas vazões de injetoras, comparadas a centrífugas normais, mesmo sendo modelos de características construtivas e potências iguais.



Obs.:
. Vazões obtidas com 10 metros de submergência do injetor;
. Para cada metro inferior à submergência indicada, existe um decréscimo médio na vazão de 5 a 7%, dependendo do injetor;

. O diâmetro de cada injetor varia de 71 a 101,5mm; conforme tubulação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário