10.1.16

Bom saber 11 - Sistema circulatório - Algumas das principais veias e artérias do corpo humano - Defesa contra agentes invasores - Coagulação sanguínea - Regulação da temperatura corporal - Transporte de hormônios - Intercâmbio de materiais - Transporte de resíduos - Transporte de nutrientes - Transporte de gases

Sistema circulatório



O sistema circulatório, também chamado de sistema cardiovascular, é composto de sangue, coração, artérias, capilares sanguíneos e veias. O sistema circulatório humano é subdividido em sistema sanguíneo e sistema linfático.

O sistema circulatório desempenha importantes funções em nosso organismo:

•     Defesa contra agentes invasores: no sangue há anticorpos e células fagocitárias que promovem a defesa contra agentes infecciosos;

•     Coagulação sanguínea: as plaquetas que circulam pelo sangue são responsáveis pela coagulação sanguínea;

•     Regulação da temperatura corporal: o sangue é distribuído de forma homogênea por todo o organismo, promovendo a manutenção de uma temperatura adequada em todas as partes do corpo. Por meio da circulação sanguínea o corpo também consegue dissipar o calor até a superfície corporal;

•     Transporte de hormônios: os hormônios são substâncias necessárias para o bom funcionamento do organismo, e a circulação sanguínea é a responsável por transportar esses hormônios até os órgãos e tecidos que farão uso deles;

•     Intercâmbio de materiais: as substâncias que são produzidas em uma parte do corpo e utilizadas em outra, também chegam ao seu destino através da circulação sanguínea. É o que acontece com o glicogênio armazenado no fígado, que, quando quebrado em glicose, é levado para diversas regiões do corpo;

•     Transporte de resíduos: todas as células do corpo produzem resíduos em seu metabolismo. Esses resíduos saem das células e caem na corrente sanguínea, são levados para o fígado e transformados em uréia. Do fígado, a uréia é encaminhada pela circulação sanguínea até os rins, onde serão eliminadas para o meio externo;

•     Transporte de nutrientes: os nutrientes oriundos da nossa alimentação são absorvidos ao longo do nosso tubo digestivo e caem na circulação sanguínea, assim os nutrientes são levados aos tecidos do corpo, sendo aproveitados pelas células;

•     Transporte de gases: ao passar pelos pulmões, o sangue elimina o gás carbônico proveniente da respiração celular enquanto absorve oxigênio.


O sistema sanguíneo é composto pelo sangue, vasos sanguíneos e coração.

O sangue é um fluido produzido na medula óssea, composto por plaquetas, hemácias e leucócitos que ficam dispersos no plasma. Impulsionado pelo coração, o sangue é levado a todas as regiões do corpo no interior de artérias, veias e capilares sanguíneos.



As artérias são vasos que levam o sangue do coração até os órgãos e tecidos. Compostas por parede espessa, a compressão exercida pelas artérias permite controlar a pressão do sangue que circula em algumas regiões do corpo. Todas as artérias que saem do coração tornam-se menores progressivamente, até atingirem todas as partes do corpo. Órgãos e tecidos possuem finíssimos vasos chamados de arteríolas que se prolongam e se tornam mais finos ainda, sendo chamados de capilares sanguíneos.

As artérias coronárias são as responsáveis pela irrigação do músculo cardíaco, que fornecem grande quantidade de oxigênio e nutrientes às células do coração, visto que esse órgão possui grande atividade e função vital. Se, por algum motivo, houver obstrução dessa artéria, algumas áreas do coração irão ficar sem irrigação, o que provocará a morte das células e consequente infarto do miocárdio.

Os capilares sanguíneos são vasos muito finos que fazem a comunicação entre arteríolas e vênulas (veia de pequeno diâmetro). A parede dos capilares é composta por uma única camada de células que possuem espaços entre si, por onde sai o líquido sanguíneo (líquido tissular). O líquido tissular irriga as células com oxigênio e nutrientes e retira os excretas provenientes do seu metabolismo, levando-os até os capilares sanguíneos e reintegrando-os ao sangue para ser eliminado na excreção.

As veias são vasos que transportam o sangue dos órgãos e tecidos até o coração. Essa circulação de sangue no interior das veias ocorre em razão das contrações dos músculos esqueléticos que estão próximos a elas, que as comprimem fazendo o sangue circular. Dessa forma, nas veias que possuem um diâmetro maior há válvulas para impedir o refluxo do sangue, o que garante que a circulação ocorra apenas em um sentido.

O coração de um ser humano é oco e pesa cerca de 400 g. É constituído por tecido muscular estriado cardíaco, mais conhecido como miocárdio (myos=músculo; cardio=coração), e possui quatro câmaras cardíacas. As câmaras superiores do coração são chamadas de átrios cardíacos ou aurículas, e as câmaras inferiores são chamadas de ventrículos cardíacos. A parede dos ventrículos é muito mais espessa do que as paredes dos átrios, em virtude da função de cada um. O átrio bombeia sangue para os ventrículos, enquanto que os ventrículos bombeiam o sangue para todas as partes do corpo, o que exige maior pressão.


O coração recebe o sangue por meio de vasos. No átrio esquerdo entra sangue rico em oxigênio, sangue que veio dos pulmões, enquanto que o átrio direito recebe sangue rico em gás carbônico, sangue proveniente do corpo. O átrio esquerdo tem comunicação com o ventrículo esquerdo através da valva mitral, também chamada de valva bicúspide ou valva atrioventricular esquerda, que tem a função de manter a circulação sempre no sentido do átrio para o ventrículo. O átrio direito também se comunica com o ventrículo direito por meio da valva tricúspide, também chamada de valva atrioventricular direita, que possui a mesma função que a valva mitral.

O sangue que está no interior dos átrios é expulso para os ventrículos quando ocorre uma contração chamada de sístole atrial. Os ventrículos, que estão relaxados, recebem o sangue e também se contraem (sístole ventricular), fazendo com que as duas valvas atrioventriculares se fechem e expulsem o sangue do coração. Esse sangue é expulso para artérias de grosso calibre que saem do ventrículo direito (artéria pulmonar) e ventrículo esquerdo (artéria aorta). A artéria pulmonar leva esse sangue para o pulmão, ao mesmo tempo em que a artéria aorta manda o sangue para irrigar todas as regiões do corpo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário