31.5.14

Modelos de Farda do Bombeiro Civil - Dúvidas do Bombeiro Civil relacionado a aquisição de fardamento, brevês e acessórios - Bombeiro Civil 2014 - Fardamento - Brevê - Onde Comprar - Fardamento - Devo comprar a farda de Bombeiro Civil - Farda de Bombeiro Civil não se compra, ela é fornecida pelo Empregador, isso vale também para os trabalhos em Eventos (bicos) e fiquem atentos, pois após 6 meses de trabalhos, fica provado vínculo empregatício e o Bombeiro Civil passa à ter todos os Direitos Legais Trabalhistas, (carteira registrada, FGTS, VR, VA e VT) - Bombeiro Civil nunca compra Farda, muito menos acessórios!!!

Todo fardamento o Bombeiro Civil recebe ao ser contratado por Empresa Orgânica ou Terceirizada. O adicionamento ou não de brevê em seu fardamento será aprovado ou não pelo contratante do seu serviço. Portanto cor, modelo, e brevê ficam à cargo da Empresa, e conforme a necessidade, a Empresa promoverá cursos que serão aplicado na rotina produtiva da Empresa.

Quando devo comprar meu próprio fardamento?
Você pode adquirir seu fardamento e brevê, quando for atuar em serviço (bico) em eventos, palestras e treinamentos. Aí sim fica à seu critério a cor, modelo e breves à serem anexados ao mesmo. Caso contrário, você nunca compra o fardamento.

Posso trafegar trajado com fardamento de Bombeiro Civil pelas ruas?
Não!!! Pois você atua internamente. Externamente, somente Bombeiros Militares, salvo quando você faz parte da Brigada de Bombeiros (utilizam-se desse serviço, Cidades e Estados que não possuem Bombeiros Militares, são todos Bombeiros Civis, mas mesmo assim, há hierarquia, e não sei precisar quais são as regras à disposição desse critério).

Veja abaixo o que diz a nossa Lei 11.901 de 12-01-2009 e sane de vez sua dúvida em relação à compra, modelo, cor e brevês. Abaixo diversas fotos de diversas situações e modelos de fardamentos que utilizei nesses quase 20 anos atuando como Bombeiro Civil na Cidade de São Paulo. 





Presidência da República
Casa Civil
Subchefia para Assuntos Jurídicos
Mensagem de veto
Dispõe sobre a profissão de Bombeiro Civil e dá outras providências.
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: 
Art. 1o  O exercício da profissão de Bombeiro Civil reger-se-á pelo disposto nesta Lei. 
Art. 2o  Considera-se Bombeiro Civil aquele que, habilitado nos termos desta Lei, exerça, em caráter habitual, função remunerada e exclusiva de prevenção e combate a incêndio, como empregado contratado diretamente por empresas privadas ou públicas, sociedades de economia mista, ou empresas especializadas em prestação de serviços de prevenção e combate a incêndio. 
§ 1o  (VETADO) 
§ 2o  No atendimento à sinistros em que atuem, em conjunto, os Bombeiros Civis e o Corpo de Bombeiros Militar, a coordenação e a direção das ações caberão, com exclusividade e em qualquer hipótese, à corporação militar. 
Art. 3o  (VETADO) 
Art. 4o  As funções de Bombeiro Civil são assim classificadas: 
I - Bombeiro Civil, nível básico, combatente direto ou não do fogo; 
II - Bombeiro Civil Líder, o formado como técnico em prevenção e combate a incêndio, em nível de ensino médio, comandante de guarnição em seu horário de trabalho; 
III - Bombeiro Civil Mestre, o formado em engenharia com especialização em prevenção e combate a incêndio, responsável pelo Departamento de Prevenção e Combate a Incêndio. 
Art. 5o  A jornada do Bombeiro Civil é de 12 (doze) horas de trabalho por 36 (trinta e seis) horas de descanso, num total de 36 (trinta e seis) horas semanais. 
Art. 6o  É assegurado ao Bombeiro Civil: 
I - uniforme especial a expensas (por conta) do empregador; 
II - seguro de vida em grupo, estipulado pelo empregador; 
III - adicional de periculosidade de 30% (trinta por cento) do salário mensal sem os acréscimos resultantes de gratificações, prêmios ou participações nos lucros da empresa; 
IV - o direito à reciclagem periódica. 
Art. 7o  (VETADO) 
Art. 8o  As empresas especializadas e os cursos de formação de Bombeiro Civil, bem como os cursos técnicos de segundo grau de prevenção e combate a incêndio que infringirem as disposições desta Lei, ficarão sujeitos às seguintes penalidades: 
I - advertência; 
II - (VETADO) 
III - proibição temporária de funcionamento; 
IV - cancelamento da autorização e registro para funcionar. 
Art. 9o  As empresas e demais entidades que se utilizem do serviço de Bombeiro Civil poderão firmar convênios com os Corpos de Bombeiros Militares dos Estados, dos Territórios e do Distrito Federal, para assistência técnica a seus profissionais. 
Art. 10.  (VETADO) 
Art. 11.  Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. 
Brasília,  12  de  janeiro  de 2009; 188o da Independência e 121o da República.
LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA
Tarso Genro
Carlos Lupi
João Bernardo de Azevedo Bringel
José Antonio Dias Toffoli
Este texto não substitui o publicado no DOU de 13.1.2009



Itaú - Boa Vista - Macacão Caqui, Cinto e Botina com biqueira de aço


Telesp Celular (Vivo) - com nextel, brevê de heliponto (no posto ñ havia) e capacete (veja o emblema da Pires)  


Telesp Celular - Fardamento - Calça e Camiseta caqui - Base de Trabalho com materiais à disposição ao fundo e no armário

Telesp Celular 1 - Bombeiro Civil atua quando há equipamento em sua Base de trabalho

 Telesp Celular 2 - Bombeiro Civil atua quando há equipamento em sua Base de trabalho - Roupa de CI


CEIC (Itaú Conceição) - Equipamento Completo para CI

Curso de Salvamento em altura - Macacão e acessórios de treinamento

Cond Edif L´Árche - Pajeando esquilo no ninho

CFAP-Pires - Traje de reciclagem


CFAP-Pires - Traje de reciclagem (defesa pessoal) 


CFAP-Pires - Traje curso de desencarceração, APH, imobilização e remoção em aeronave A 


 CFAP-Pires - Traje curso de desencarceração, APH, imobilização e remoção em aeronave B


 CFAP-Pires - Traje curso de desencarceração, APH, imobilização e remoção em aeronave C


 CFAP-Pires - Traje curso de desencarceração, APH, imobilização e remoção em aeronave D


CFAP-Pires - Curso de Transposição e Rapel 


Telesp Celular - Roupa de CI

Unibanco - Eusébio Matoso - Traje - Macacão, Parca (jaqueta), botina com biqueira de aço e capacete preto - aguardando pouso de aeronave em heliponto

CEIC - Itaú Conceição - Base de Trabalho - Equipamentos diversos e Roupas de CI completas A


 CEIC - Itaú Conceição - Base de Trabalho - Equipamentos diversos e Roupas de CI completas B


CEIC - Itaú Conceição - Base de Trabalho - Equipamentos diversos e Roupas de CI completas C

CFAP-Pires - Formação de Brigadistas - Macacão, botina capacete e luvas

Itaú Boa Vista - Equipe de Bombeiros - Calça social, camiseta, camisa social, cinto de Bombeiro Oficial e Cinto diferenciado (suporta 1000kg)

Telesp Celular - Base de trabalho

Formação do Bombeiro Oswaldo

Pires - Serv Seg - Brevê da Pires

CEU - Perus - Fardamento de Bombeiro Civil Completo, mas atuando como Brigadista


Treinamento de Bombeiros - Fardamento padrão, onde o capacete do instrutor difere dos demais alunos 


 CEU - Perus - Fardamento de Bombeiro Civil - Calça azul petróleo, camiseta vermelha, bota cano alto com zíper, cinto e boné 



  
CFAP-Pires - Curso de Rapel e salvamento em altura A


CFAP-Pires - Curso de Rapel - Transposição utilizando-se de cabide 


 CFAP-Pires - Curso de Rapel e salvamento em altura B (chegada ao solo e ajuda de auxiliares)



Telesp Celular - Curso de APH

Fardamento de Bombeiros atuando em incêndio florestal 1

 Fardamento de Bombeiros atuando em incêndio florestal 2



  
Copseg - Bombeiro Almeida e Bombeiro Oswaldo


  
Copseg - Fardamento de Bombeiro Civil Lisa, sem brevê algum A


 Copseg - Fardamento de Bombeiro Civil Lisa, sem brevê algum B


 Copseg - Fardamento de Bombeiro Civil Lisa, sem brevê algum C


 Copseg - Fardamento de Bombeiro Civil Lisa, sem brevê algum D


 Copseg - Fardamento de Bombeiro Civil Lisa, sem brevê algum E


Copseg - Fardamento de Bombeiro Civil Lisa, sem brevê algum F 

 Itaú Boa vista - Equipe Operante 24h

Para não esquecerem, seu fardamento será sempre fornecido, jamais comprado!!!

Abraços à todos os Bombeiro Civis desse nosso imenso Brasil.

Comente se houver alguma dúvida...














27.5.14

Duas Caras - Aos Bombeiros Civis recém Formados, CUIDADO com suas ações - Bombeiro Civil Novato - Me formei Bombeiro Civil!!! E agora?



Antes de mais nada, parabéns pela formação. Seja bem vindo à Profissão, e siga meus conselhos abaixo:

É isso aí Bravo!
Você está entre a cruz e a espada, entre o bem e o mal, manter-se herói ou transformar-se em bandido...

Entenda que a vida do Bravo é repleta de responsabilidades, muitas condizem e fazem parte da rotina de rondas preventivas, outras nos são oferecidas como missão, e que cumprimos por mera consideração desse ou daquele mandante, que muitas vezes se ostentam de seus serviços prestados.

Qual a saída???
Mantenha-se sempre informado sobre suas reais responsabilidades e à  partir daí, você as cumpre com exatidão.

Já as missões medíocres, você as cumpre da mesma forma, mas com extremo cuidado em seu cumprimento, pois o atenuante nessa questão, será o carinho que você vai ter ao relatar em uma folha e guardar em uma pasta em sua residência, para que possa ser utilizada no futuro, se preciso for: A missão, o nome do mandante, horário do início e término da missão, (essa folha é sua).

Já no livro de ocorrência você resume o relato:
Às Xh. à pedido do Sr. Y, foi realizado o serviço K, término às Xh.
Rondas preventivas foram realizadas no período, e alterações não foram encontradas.
Att.: Bravo. (só)

Livro... Utilize o Livro sempre, pois ele poderá ser utilizado ao seu favor em juízo se preciso for!!!

Abraços...

Bombeiroswaldo...