26.1.14

Sprinklers (como manunsear) - Ramificações, Bicos, Temperatura e cor das ampolas, Bombas jockey, principal 1 e 2, Central de válvulas do andar, Central de rede do andar



Sprinklers – Água

RX  do Sprinklers – Sistema de Combate à Incêndios Fixo

1 - Ramificações da Rede de Sprinklers
     Todos deparam-se esse estranho objeto instalado em tubulações vermelhas nos tetos de lojas e salas comerciais e industriais, reparem que ao lado acompanha uma tubulação prata e nela está instalada um detector de calor, isso quer dizer que a atenção no local é dobrada, pois se o detector avisar a central de alarme que a temperatura no local está alta, e não aparecer ninguém para silenciar o alarme na central e dirigir-se ao locar para averiguação e realizar o resset no detector e realmente estiver ocorrendo um princípio de incêndio e a temperatura elevar-se ao grau indicado na ampola do bico do sprinklers, esse se romperá e despejará água em forma de chuveiro, contendo o princípio de incêndio.
2 – Bicos
      Os bicos são compostos por corpo, anel de vedação, pino de vedação, ampola e difusor.

Temperatura máxima para                            Cor do líquido
o rompimento da Ampola                                da Ampola
              57°                                                     Laranja
           68°                                                     Vermelha
           79°                                                     Amarela
           93°                                                       Verde
          141°                                                       Azul
          182°                                                       Roxa
          260°                                                       Preta

Quando a temperatura é ultrapassada próximo ao bico do sprinklers, esse rompe-se a ampola liberando o pino da vedação, liberando a passagem da água rumo ao difusor que devido seu formato transforma o jato em chuveiro, exterminando o foco de calor no local.

3 – Bombas
      1- Bomba Jockey, possui menor potência, pois é utilizada para manter a rede de sprinklers e hidrantes pressurizadas, quando a pressão da rede cai, ela entra em operação automaticamente estabilizando a pressão da rede, em seguida, desliga-se automaticamente.
      2- Bomba Principal 1, entra em operação automaticamente quando a vazão é grande. A bomba jockey não suportando manter   a pressão da rede, desliga-se, já acionando o  o funcionamento da bomba principal para manter a pressão.
      3- Bomba Principal 2, é utilizada como bomba reserva, ou utilizada como rodízio de funcionabilidade, para evitar desgastes.

      4- Quadro elétrico, onde pode-se ligar e desligar todas as bombas, realizando testes e manutenções, onde pode-se utilizar  no manual, automático ou desliga-las e também fazer alternâncias de funcionamento das bombas 2 e 3.

4 – Central de Válvulas do Andar
      1- Tubulação principal da rede de incêndio pressurizada.
      2- Tubulação ladrão da rede de sprinkllers.
      3- Pressostato, calibrador de pressão, pois quando cai, envia um sinal a Central de Comando que aciona automaticamente a bomba jockey para estabilizar a pressão da rede.
      4- Válvula, (registro) principal, é utilizado  para conter a vazão da ramificação em ocorrências ou manutenções, (troca de bico ou tubulação).
       5- Válvula, (registro) utilizado para averiguação da qualidade da água e a necessidade de realização ou não de drenagem da rede.
       6- Válvula, (registro) utilizado para fazer drenagem total ou parcial da rede.
       7- Lente de averiguação da qualidade da água.
       8- Ralo, ladrão para escoamento de água..

5 – Central da Rede do Andar com manômetro, onde pode-se verificar em ronda a pressão da rede de sprinklers está ou não normal, (só não dá para entender o porque da grade e o cadeado).

Bombeiroswaldo...

14 comentários:

  1. Boa tarde!
    Gostaria de saber qual o procedimento COMPLETO para drenagem da tubulação de incêndio de hidrantes e Sprinklers

    ResponderExcluir
  2. Boa noite Márcio.
    Para drenar o hidrante, basta fechar o registro geral da tubulação de incêndio que fica logo abaixo da caixa d´água e se encaminhar até o hidrante com nível mais baixo em relação a caixa d´água e abri-lo, assim que a água parar de jorrar, a tubulação estará seca. Para voltar a carga d´água, faz-se o contrário, fecha o hidrante que foi aberto e dirigi-se até a caixa d´água e abre o registro, aí, retorna ao hidrante que você fechou e abre e fecha, sangrando o ar da tubulação até notar que a água jorra de forma consistente, aí é só fechar o registro do hidrante de vez e esse já estará pronto para o uso.
    O Sprinklers, é quase igual, vamos lá:
    Vá até a caixa d´água e feche o registro geral da tubulação rede de sprinklers, em seguida desça andar por andar abrindo os registros 5 e 6 da central de comando da tubulação dos andares até chegar no piso final, térreo ou garagens e a rede será totalmente drenada. Para voltar a pressurizar a rede com a água você terá que ir andar por andar e fechar todos os registros 4, após todos fechados, você vai até a caixa dágua e abre o registro geral da rede dos sprinklers, após você vai andar por andar, sempre de cima para baixo, fecha o dreno registro 6 e o 5, abre aos poucos o registro 4 e abre e fecha o registro 6 do dreno até notar que não há ar na tubulação da rede do andar, aí você fecha o dreno 6 devez e a rede estará pressurizada, dirija-se ao andar abaixo e repita a operação. Se você fizer o contrário, abrir o registro 4 com o 5 e 6 fechados, a tubulação da rede acondicionará ar e esse ar terá que sair, e sairá pela rosca do bico do sprinklers e após a saida do ar, saíra água, goteiras de água ocasionando diversos pontos de vazamentos.
    Abraços e obrigado pela visita. Boas Festas à Você e aos seus Familiares...

    ResponderExcluir
  3. Bom dia

    Temos uma bomba de incêndio e estamos com uma dúvida: Se a bomba for acionada com os hidrantes fechados, o que ocorre? O medo é que ocorra o rompimento pela pressão.Isso pode ocorrer?. Desde já agradeço.

    Jucelino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Anônimo...
      Desculpe-me a ausência, pois meus equipamentos entraram em pânico, pois todos necessitam de atualizações e manutenções, mas vou deixar isso para 2017.
      Mas vamos lá, as tubulações dos ramais de incêndios são rosqueados ou soldados e há normas reguladoras quanto ao padrão da tubulação. O que vai ocorrer se a bomba for acionada sem a abertura do hidrante é o superaquecimento da bomba, derretimento de componentes internos resultando em incêndio na bomba e superaquecimento da tubulação. Para evitar o dano, instale uma sirene que vai alertar a todos quando o dispositivo for ligado indevidamente, só assim você terá tempo suficiente para deslocamento e desligamento da mesma.
      De coração, abração e Boas Festas à Você e a todos seus Familiares...
      Há... Obrigado pela visita...

      Excluir
  4. Boa noite,
    esta foto com o numero 3 você fala que é um pressostato, calibrador de pressão.

    Desculpe a minha observação mas não seria uma chave de fluxo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Anônimo...
      Estamos falando do mesmo equipamento, pois é a velocidade da vazão da água que passa pelo equipamento que o detecta, esse leva a informação pra a bomba jockey, que automaticamente aciona e pressuriza o ramal e quando a pressurização não é alcançada, a bomba jockey desliga e a principal entra em ação, pressurizando a rede (esse é o medo de todos os Engenheiros, pois a bomba principal entra e não desliga automaticamente e se houver demora em seu desligamento, a pressão exercida na rede poderá ocasionar vazamentos em diversos pontos da ramificação do sprinklers). Quando falamos em pressão, logo somos remetidos a pensar no manômetro que nada mais é que um equipamento de leitura, pois quem aciona e desliga a bomba jockey é o pressostato.
      Abração e obrigado pela visita, e vê se larga essa mania de anônimo...

      Excluir
  5. poderia detalhar o dreno como é feito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite...
      Acabei de postar sobre o assunto.
      https://bombeiroswaldo.blogspot.com.br/2017/08/como-realizar-drenagem-da-rede-de.html
      Abração e obrigado pela visita...

      Excluir
  6. boa tarde !

    qual procedimentos pra trocar ampolas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É só esgotar a rede, fazer a troca e pressurizar a rede novamente, siga os passos no endereço abaixo:
      https://bombeiroswaldo.blogspot.com.br/2017/08/como-realizar-drenagem-da-rede-de.html
      Abração e vê se sai do anonimato...

      Excluir
  7. O que é necessário para eliminar um ponto de sprinkler e instalar um sistema de combate a incêndio com gás em um setor de informática com vários equipamentos?

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde ANÔNIMO...
    Utilize a mesma tubulação, se preciso, amplie a rede para o piso suspenso, pois ao contrário da rede molhada e pressurizada, o sistema de gás utiliza-se a rede seca. Trata-se de um sistema eficaz eeee CARO... Por isso antes de mexer com quem está quieto e funcionando, faça diversos orçamentos com diversos tipos e marcas de gases.
    Abração e obrigado pela visita...

    ResponderExcluir
  9. Boa noite, parabéns pelo Belo acervo... Aluguei uma sala comercial e ao fazer o forro três dos cinco splinker que tem na sala ficam acima do nível do forro! Você presta esse serviço de rebaixamento dos pontos? Se sim, como te contact abraços. Rodrigo.

    ResponderExcluir