26.1.14

Incêndio no Ponto Frio. Como pôde?


Ponto Frio - Guarulhos-SP

RX do incêndio...

Quem falhou...
Proprietário – ao confiar seu investimentos a salafrários;
Engenheiro – (...);
Segurança do Trabalho – (...);
Departamento Comercial – (...);
Prefeitura – (...);
193 – (...);

Nota:
Guarulhos – às 16h30, 130 funcionários no local, ao ver uma fumaçinha, fogem, abandonam o local ao invés de combater o princípio de incêndio.
Instalações totalmente destruídas, emprego perdido banalmente.
O brigadista precisam ter treinamentos específicos que vão de encontro as necessidades encontradas no local de trabalho em seu dia a dia. Treine seu brigadista em campo, com aloprações, casa de fumaça, maracanã, etc., mostrando um combate irreal, que mais impressiona do que ensina. O treinamento precisa ocorrer dentro de uma realidade plausível, pois no momento em que esse brigadista deparar-se com um princípio de incêndio, a reação é combater imediatamente, e todos ao seu redor deve-se prontificar a ajudá-lo, pois está em jogo a defesa do patrimônio maior e seu emprego.
Pois se o treinamento fosse ministrado corretamente, com certeza 193 não seria discado nem para fazer a vistoria do irrisório estrago que a brigada treinada adequadamente faria ao exterminar o princípio de incêndio.
Simplesmente lamentável.
Lamentável pelo proprietário;
Lamentável pelos funcionários.

Bombeiroswaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário