26.1.14

Combate à Incêndio em helicópteros - Campo de Treinamento do CFAP-Pires - Bairro dos Pimenta - Guarulhos-SP


RX do Treinamento e Curso de Combate à Íncêndios em Aeronaves...
 Maquete de um Esquilo sendo preparado para treianemto de combate à incêndio, e um Esquilo real ao fundo, também sendo utilizado para treinamento de conhecimento de suas particularidades e remoção em Primeiros Socorros com pacientes imobilizados.
Agora já em chamas, você se prontifica a apagar esse foguinho?
Pressão total, água e espuma são despejados sem dó...
A aproximação, o calor, o combate ao fogo que não apaga facilmente, fez nesse treinamento diversos Bombeiros deparar-se com a reprovação nesse curso, posteriormente seram desligados da empresa.
Combatentes com o canhão utilizando jato de espuma para conter as chamas enquanto os demais fazem o resgate do geremias, (boneco confeccionado à partir de mangueiras reprovadas, vestido com macacão da empresa, o menino pesado).
 Combate praticamente terminado apenas com resfriamento interno para o resgate do Jeremias, e um pequeno foco de incêndio no motor da aeronave.
Combate terminado com êxito...
Na foto temos ao fundo cilindro de gás, à esquerda bombonas de produto químico gerador de espuma, esguichos com mangueiras pescadoras, derivantes, lances e lances de mangueiras devidamente acopladas prontas para serem utilizadas.
O SEGREDO DE TUDO está nas mãos da pessoa agachada, pois é com esse instrumento que ele controla o fogo e grau de intensidade segundo o avanço dos Bombeiros que estão no combate do incêndio, a maquete do Esquilo tem em seu piso, encanamentos de gás em forma de anéis (note o piso da quinta foto), com vazão dozada e controlada.
Resumindo, nada foi apagado.
Pois gás não se apaga com água, muito menos com espuma.
Entristeço-me ao recordar-me dos reprovados no curso, pois não foram reprovados e sim enganados por um fogo irreal.

Bombeiroswaldo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário